Testemunho ex-Adventista Alexandre Nunes: “Eu sou sua Mãe! Eu vim te buscar pois te tiraram de mim muito pequeno”

Meu Nome é Alexandre Nunes e faz 3 anos e meio que me converti ao Catolicismo.

Fui criado na Igreja Adventista do Sétimo dia a qual, desde pequeno aprendi a amar e a defender como a igreja remanescente de Deus nessa terra, que tinha uma última mensagem a dar ao mundo antes da volta de Jesus.

Fui crescendo e me aperfeiçoando na doutrina Adventista. Me tornei líder de jovens, me dediquei ao ministério da música, e cantei toda a minha vida ali em um dos grupos mais famosos no meio adventista que é o grupo INTERFACE. Mas meu grande chamado sempre foi o evangelismo através da palavra e das séries de conferências que fazia.

Me tornei orador do Grupo Interface, juntando assim a Palavra e a Música para a evangelização. Pregava por sábado em ginásios para públicos de até 3.000 pessoas. Fazia trabalhos em hospitais, orfanatos, presídios, enfim… E ainda dava cursos bíblicos na escola sabatina (escola bíblica adventista).

Me tornei um pregador tão eloquente e bem visto, que já estava pensando em ir para o instituto adventista (IASP), para estudar Teologia e me tornar pastor.

Foi quando tudo mudou!

Um dia eu estava voltando de um programa na Igreja Central de Cabo Frio com o Grupo Interface, o final de uma serie evangelística, no qual falei sobre a defesa do sábado como dia do senhor e sobre a besta do Apocalipse e o 666. Consequentemente falei muito contra o catolicismo! Sempre fui um grande perseguidor da então chamada “igreja Romana”.

Cheguei em casa de madrugada, era por volta de 2:00h da manhã, tomei banho, comi algo e fui fazer minha última oração. Abri a Bíblia, ajoelhei, quando de repente aconteceu algo que mudaria toda a minha história!!!!

Uma luz prateada muito forte irradiou todo o meu quarto, e um agradável aroma de rosas penetrava todo meu ser!!!

Quando olhei pra trás, pensando que alguém tinha acendido alguma lanterna ou lâmpada… Sei lá! Eu me deparei com uma linda jovem, de aparência de uns 16 ou 18 anos… Mãos postas e um lindo sorriso que me trazia muita paz!

Perguntei então:
-Quem é você? Como entrou aqui?

Ela respondeu:
– Eu sou sua Mãe!

Eu disse:
Como assim minha Mãe! Minha mãe está dormindo bem aqui no quarto ao lado! Quem é você?

Ela sorrindo:
– Eu sou sua Mãe! Mãe do seu Salvador! Mãe da Igreja! Eu vim te buscar pois te tiraram de mim muito pequeno, e tenho uma missão pra você!

Eu como um bom evangélico comecei a orar e dizer saia daqui em nome de Jesus…

Ela então me disse sorrindo:
– isso filho! Reze pois só assim irá alcançar as promessas do meu filho!

E se foi sumindo dentro daquela luz…

Quando me dei por conta, já estava quase amanhecendo e minha mãe entrou no meu quarto e disse:
Ué? Ainda acordado?
Hummm! Que cheiro gostoso de rosas!!!!

Não contei nada o que tinha acontecido e guardei isso em segredo durante meses!!!!

Minha vida virou de cabeça para baixo!

Eu ficava me questionando o que poderia ser aquela visão, visto que não acreditava que Maria estava viva! Os Adventista não acreditam em imortalidade da alma, acreditava que todos estavam esperando a vinda de Jesus para a ressurreição dos justos, enfim…

Meses se passaram até que um dia eu estava passando em frete a paróquia Nossa Senhora de Copacabana e Santa Rosa de Lima em Copacabana RJ, e ouvi uma voz que me disse:

-Entre!

Tomei coragem e fui a Uma Missa pela primeira vez na minha vida!
Entrei muito desconfiado… Achando um absurdo aquele monte de imagens…mas fiquei!

Na hora da consagração, eu caí de joelhos chorando muito, sentia como se estivesse na presença viva de Jesus, e estava mas ainda não sabia…

A Missa acabou e fui falar com o Padre.

Me apresentei, disse que não era católico mas precisava muito falar com ele. Ele pediu pra que fosse falar com outro Padre pois ele tinha um compromisso e não poderia me dar atenção naquele momento. Tudo estava sendo conduzido por Deus!!!

A Paróquia se Nossa Senhora de Copacabana tem vários Padres que atendem confissão todos os dias da semana o dia todo, e as Missas são quase que de hora em hora, mas Deus estava me guiando ao padre certo!

Fui a secretária expliquei o que tinha acontecido e disse que queria falar com o padre.

Fui encaminhado a um Padre por Nome Adonias.

Entrei na sala e disse:

– Bom dia Padre! Meu nome é Alexandre, eu não sou Católico, sou Adventista do Sétimo dia. Queria pedir sua ajuda, pois apareceu uma moça no meu quarto dizendo ser a Minha Mãe, Mãe de Jesus e da Igreja e eu queria… Quando olho pra trás dele me deparo com a imagem dela e digo atônito:

– É..é.. É Ela!!! Ela ai ó!!! Ela disse que é minha Mãe!!! Quem é ela? Eu tremia dos pés a cabeça…

O Padre olha pra trás… Olha pra mim e diz:

Meu amado! Essa é Nossa Senhora Rosa Mística! Maria! Mãe de Jesus, sua, minha, de toda a igreja!

Eu fiquei sem palavras!!!

Sabe… Eu nunca tinha visto aquela imagem! A mais comum, que a maioria dos evangélicos conhecem e Aparecida e Fátima… Agora Rosa Mística?

Comecei a conversar com o Pe. Adonias e tudo que perguntava ele me respondia com tanto carinho… As perguntas sobre doutrina, enfim…

Depois voltei pra casa e ao contar toda a minha história pra família, fui descobrir que ei tinha sido batizado quando bebê e não sabia, meus padrinhos morreram e eu não tinha lembrança. Minha mãe tinha tido uma grande decepção dentro da igreja e ela se afastou, por isso fui criado na IASD.

Depois disso toda a minha família retornou a casa do Pai, fiz a Primeira Comunhão, a Crisma, e o Padre Adonias hoje é o meu amado Padrinho, estou estudando muito e aprendo sobre a fé, pois quero, como São Paulo ser um grande defensor da Santa igreja!!!

Me tornei um leigo consagrado e se Maria Nossa Santa Mãe permitir, e for a vontade do Pai, quero um dia ser um Sacerdote.

Muitas outras coisas aconteceram ainda, mas tentei resumir com os pontos principais!!!

Deus o abençoe!!!

VIVA A IGREJA, UNA, SANTA, CATÓLICA E APOSTÓLICA!

PAX ET BONUM!

Via Jesus Cristo Em Sua Plenitude