As 3 orações que o Papa pediu para rezarmos especialmente neste outubro

Papa Francisco tem pedido de modo reiterado que, neste mês de outubro, os católicos do mundo inteiro rezem muito. Ele sempre pede orações, é claro, inclusive por ele próprio, mas a especial “insistência” neste mês recém-iniciado tem chamado as atenções. Isto não deveria surpreender: é fato visível e tangível que a humanidade está profundamente necessitada de oração.

Para este outubro, Francisco pediu em particular que rezemos estas 3 orações:

1 – O Rosário

Outubro é um mês especialmente dedicado ao rosário. Aproveitando esse contexto, o Papa pediu de modo explícito que rezemos o terço todos os dias – pedido já feito com veemência pela própria Santíssima Virgem nas suas aparições em Fátima.

2 – “Sob a vossa proteção”

A tradicional oração de pessoal confiança nas mãos de Maria foi enfatizada pelo Papa Francisco, que nos recomendou rezá-la no final de cada terço. Essa prece tem duas versões comuns em português e qualquer uma delas é perfeitamente válida:

Versão 1:

À vossa proteção recorremos,
Santa Mãe de Deus;
não desprezeis as nossas súplicas
em nossas necessidades;
mas livrai-nos sempre
de todos os perigos,
ó Virgem gloriosa e bendita.
Amém.

Versão 2:

Sob a vossa proteção nos refugiamos,
Santa Mãe de Deus.
Aos nossos pedidos,
não fecheis vossos ouvidos.
Somos todos tão necessitados!
Livrai-nos sempre de todo perigo,
Virgem Gloriosa, por Deus abençoada.
Amém.

Original em latim:

Sub túum praesídium confúgimus,
Sáncta Dei Génetrix;
nóstras deprecatiónes ne despícias
in necessitátibus nóstris,
sed a perículis cúnctis
líbera nos sémper,
Vírgo gloriósa et benedícta.
Ámen.

3 – Oração a São Miguel Arcanjo

O Papa também pediu que rezemos ao final do terço a poderosa súplica ao anjo guerreiro de Deus, São Miguel. Esta prece tradicionalíssima, que se tornou conhecida como o “Pequeno Exorcismo”, também conta com diversas versões em português:

Versão 1 (mais comum no Brasil):

São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate; sede o nosso refúgio contra as maldades e ciladas do demônio. Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos, e vós, príncipe da milícia celeste, pela virtude divina, precipitai no inferno a satanás e aos outros espíritos malignos, que andam pelo mundo para perder as almas. Amém.

Versão 2 (mais comum em Portugal):

São Miguel Arcanjo, defendei-nos neste combate, sede o nosso auxílio contra as maldades e as ciladas do demónio. Instante e humildemente vos pedimos que Deus sobre ele impere. E vós, Príncipe da Milícia Celeste, com esse poder divino, precipitai no inferno a satanás e aos outros espíritos malignos que vagueiam pelo mundo para perdição das almas. Ámen.

Em latim:

Sancte Míchael Archángele, defende nos in praelio, contra nequítias et insídias diáboli ésto praesídium: Ímperet ílli Deus, súpplices deprecámur, túque, Prínceps milítiae caeléstis, sátanam aliósque spíritus malignos, qui ad perditiónem animárum pervagántur in mundo, divina virtute in infernum detrude. Ámen.

Via Aleteia

About The Author

Criado em 2017, o site Filhos de Deus busca manter o católico informado sobre a maior instituição de caridade do mundo. Colunista e editor do site desde a sua criação.