fbpx

A diocese de Málaga, no sul da Espanha, reforçou o pedido de orações pelo pequeno Julen Roselló, um menino de 2 anos e meio de idade que caiu num poço de 110 metros de profundidade por 25 centímetros de largura, perfurado como etapa de prospecção para buscar água.

O acidente ocorreu no último domingo, 13 de janeiro, na Serra de Totalán. Segundo o Centro de Coordenação de Emergências da Andaluzia, operações de resgate estão sendo realizadas ininterruptamente desde então, com o envolvimento de mais de 100 pessoas.

As operações estão em andamento neste instante. Trabalha-se com a perspectiva de resgatar Julen com vida, embora não haja certeza alguma sobre o seu estado.

O perfil da diocese de Málaga no Twitter convida:

“Nestes momentos de angústia, convidamos os malaguenhos a elevarem uma oração pelo resgate do pequeno Julen em Totalán, agradecendo pelos esforços dedicados a devolvê-lo aos seus entes queridos”.

O pai do menino, José Roselló, afirmou que estas horas “estão sendo eternas, estamos mortos, mas com a esperança de que temos um anjo que vai ajudar para que o meu filho saia vivo dali o antes possível“.

O anjo a que José se refere é outro filho que, infelizmente, faleceu em 2017 quando tinha apenas 3 anos de idade.

Na segunda-feira, 14, a paróquia de Nossa Senhora das Angústias, no bairro de El Palo, onde vive a família de Julen, organizou uma vigília de oração pelo menino. O pároco, pe. Gerardo Martínez, declarou:

“Rezamos juntos durante mais ou menos uma hora pelo resgate de Julen, para que ele possa voltar para casa são e salvo”.

Unamo-nos a essa oração fraterna pela vida de Julen.

via Aleteia

%d blogueiros gostam disto: