fbpx

Hospital Pediátrico Bambino Gesùexiste desde 1869, quando foi criado por iniciativa de uma família católica italiana: os Salviati. Desde o início, a família quis lhe dar o nome do Menino Jesus e confiar a sua administração à congregação religiosa das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo. A parceria com a Santa Sé foi se tornando cada vez mais intensa, incluindo visitas de vários Papas e muitas ajudas em donativos ao hospital obtidos por entidades católicas de diversas partes do mundo. O reconhecimento da instituição pediátrica pela alta qualidade dos seus serviços foi crescendo solidamente na Itália e fora dela. Em 1978, o Papa Paulo VI confiou ao Bambino Gesù uma vasta área próxima de Roma, na localidade de Torre di Palidoro, para uma importante expansão da instituição. Embora se localize na Itália, a área é administrada diretamente pelo Vaticano devido ao acordo de extraterritorialidade que existe entre a Santa Sé e o Estado italiano. O mesmo se aplica às outras três unidades do hospital, todas em Roma e nos seus arredores.

Atualmente, o Bambino Gesù dispõe de 600 leitos e conta com cerca de 2.600 médicos, pesquisadores, enfermeiros, técnicos e funcionários. Mais de 1,5 milhão de crianças passam pelas suas dependências anualmente. Trata-se, nada menos, que do maior hospital e centro de pesquisa pediátrica da Europa inteira.

unidade em Torre di Palidoro, visitada pessoalmente pelo Papa Francisco neste início de ano, tem pronto-socorro e 122 leitos para os enfermos. Há leitos especificamente dedicados a reanimação, reabilitação e neurorreabilitação. A estrutura ainda inclui salas de cirurgia, de hemodinâmica e serviços de diagnóstico laboratorial e por imagens.

Tradicionalmente especializado em poliomielite, o Hospital Pediátrico Bambino Gesù também conta com departamentos para ortopedia, diabetes, oftalmologia, otorrinolaringologia e tratamento de doenças cardíacas, doenças endócrinas e obesidade genética, além de diversas especialidades cirúrgicas e atividades de neurorreabilitação.

Igreja católica é, historicamente e atualmente, uma das instituições mais importantes do planeta em termos de estrutura de atendimento à saúde em todos os continentes, com dezenas de congregações religiosas dedicadas especificamente à obra de misericórdia e caridade de cuidar dos enfermos.

Entre as congregações mais conhecidas cujo carisma é o cuidado dos doentes estão os padres camilianos, cujo fundador, São Camilo, tem uma incrível história de vício e conversão.